• Últimas Notícias

    domingo, 8 de maio de 2011

    Jovens presos por roubar mangá de One Piece

    one-piece-1

    Quando pensávamos que já havíamos visto de tudo nesse mundo, eis que surge mais um fato inusitado (mas nem um pouco incomum). Depois de fãs americanos de One Piece terem sido acusados de obter ilegalmente episódios do anime (lógico que a Funimation não deixaria barato não é), um grupo de japoneses fez algo semelhante no Japão, mas acabaram abusando da sorte. Três rapazes de 17 anos foram presos pela polícia de Fukuoka suspeitos de roubar mangás de One Piece. Os 57 primeiros volumes do mangá, cujo valor foi calculado em 23.440 ienes (cerca de R$ 470,00), foram levados de uma livraria no último dia 28, mas apenas nesta sexta-feira o incidente foi divulgado. Os jovens teriam pegado os mangás no quarto andar do estabelecimento e, em vez de passar pelo caixa no primeiro andar, desceram até o segundo andar do subsolo. Um segurança desconfiou da ação e seguiu os suspeitos, detendo um deles, um operário, sem conseguir impedir a fuga dos outros dois. Após presos, um dos rapazes que fugiram negou a acusação de roubo, mas seus colegas confessaram em depoimento ter cometido o crime.

    Entenderam o motivo da palavra Otaku ter sentido pejorativo no Japão?

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Esse espaço é destinado para comentários e discussões sobre as notícias do site.

    Os comentário são livres, mas estaremos de olho pra que ninguém passe dos limites. Comentários que contenham ofensas, links para outros sites ou materiais de conteúdo adulto serão moderados.

    Caso deseje firmar parceria, entre em contato conosco através do nosso e-mail animefanzines@outlook.com

    Seja educado, respeite a opinião dos outros. Faça desse espaço um ambiente saudável para o diálogo. Não queremos ser obrigados a mandar ninguém pra outra dimensão ;)

    Sobre Nós

    Sobre Nós
    Notícias e informações sobre o universo dos animes, mangás, games e muito mais sobre esse lado pop da cultura japonesa.