• Últimas Notícias

    sexta-feira, 11 de março de 2011

    Asian Kung-fu Generation

    Demorou mas estamos de volta com a coluna J-music. Assim como as demais, a partir de agora elas serão mensais (assim garantimos os conteúdos), mas nada impede que tenhamos mais de uma atualização na coluna por mês. Mas mudando de assunto, vamos falar do que interessa, sobre essa que uma das minhas bandas preferidas.
    ASIAN KUNGFU GENERATION akfg
    Asian Kung-Fu Generation é uma banda de rock japonesa composta por Takahiro Yamada (baixista e vocal), Masafumi Gotō (vocalista e guitarrista), Kensuke Kita (guitarrista e vocal) e Kiyoshi Ijichi (baterista). Ela é uma das maiores bandas de j-rock do Japão no novo milênio. Seu estilo envolve letras emocionais, o agressivo estilo indie rock (ou rock independente, gênero musical surgido no Reino Unido e Estados Unidos durante a década de 1980) e uma pontinha de punk rock. Agregando influências de bandas japonesas como THEE MICHELLE GUN ELEPHANT e NUMBER GIRL, a banda, que inicialmente tinha um pé no hardcore melódico e outro no rock alternativo, foi gradualmente amadurecendo seu som e expandindo seu repertório com músicas mais trabalhadas e melodiosas, tendo uma trajetória similar ao do eastern youth. No lado ocidental, ela pode ser comparada a bandas como Jimmy Eat World e Juliana Theory.
    A banda já teve três sucessos como aberturas de conhecidos animes. Haruka Kanata, a segunda abertura de Naruto, Rewrite, a quarta abertura de Fullmetal Alchemist e After Dark,  sétima abertura de Bleach.
    Do clube de música à abertura de Naruto
    asian-kung-fu-generation
    No ano de 1996, no clube de música da faculdade, em Yokohama, Kensuke Kita, Takahiro Yamada e Masafumi Gotō se conheceram e formaram a banda (uma história não muito diferente da de algumas bandas por aqui). Algum tempo depois Kiyoshi Ijichi, que era baterista de outro grupo universitário, se juntou a eles. Começaram a compor músicas com letras em inglês e a tocar na escola e em lugares pela área de Yokohama. Em 2000, lançam seu primeiro trabalho, junto ao artista Caramelman, o split-album Caramelman and Asian Kung-Fu Generation, e depois o primeiro álbum independente (daí a classificação em indie rock), o The Time Past and I Could Not See You Again, apenas com músicas em inglês. No ano seguinte, eles compuseram a primeira música em japonês, Konayuki, e a mandaram para diversas rádios, especializadas em artistas independentes. Um DJ gostou do som e passou a tocá-lo em seu programa. Então eles lançaram seu segundo álbum independente, desta vez com músicas em japonês, chamado I'm Standing Here. O sucesso crescente levou um grande número de espectadores a seus shows, feitos na área de Tóquio e outras cidades. A partir dai eles passaram a fazer shows regularmente em Shibuya, Shimokitazawa e Kichijo-ji com grande entusiasmo.
    Em 2002, participaram do CD de compilação da Under Flower Records (gravadora indie). Lançaram, em novembro, o mini-álbum Houkai Amplifier, que os levaria a assinar com a Sony Music. Esse lançamento ficou em primeiro lugar na parada semanal da Highline Records e chegou ao 35º lugar na parada indie da Oricon. O sucesso do CD foi tamanho que o levou a ser excepcionalmente relançado pela Ki/oon Records (sub-selo da Sony Music), em 23 de Abril de 2003.  A música "Haruka Kanata" (que significa Lugar Distante numa tradução literal) foi o segundo tema de abertura do anime Naruto.
    2003/2005 – Do primeiro álbum aos prêmios
    Asian-Kung-Fu-Generation-002
    Seu primeiro show como artista principal foi em Maio de 2003, no Shimokitazawa Club Shelter. A partir de então passaram por diversos festivais de verão, como o Fuji Rock Festival 03's. Em 6 de Agosto é lançado o primeiro single Mirai no Kakera e em 16 de Outubro o segundo, Kimi to iu Hana (que seria indicado e vencedor do SPACE SHOWER Music Video Awards 04, na categoria "Melhor Novo Artista"). Em Novembro sai então o primeiro álbum completo Kimi Tsunagi Five M.
    Em 2004 começam com a primeira turnê como atração principal, chamada "Five nano seconds", com 13 shows. Seguem os lançamentos dos singles Siren e Loop & Loop. No dia 1 de Julho realizam a primeira edição do NANO-MUGEN FES., festival produzido pela banda com bandas japonesas e estrangeiras (normalmente dos EUA ou Reino Unido). Além disso, participam de mais 10 festivais de verão, como MEET THE WORLD BEAT, FUJI ROCK FESTIVAL 04 e ROCK IN JAPAN FES 04. Lançam depois os singles Rewrite (o já comentado quarto tema de abertura de Fullmetal Alchemist) e Kimi no Machi Made(indicado no SPACE SHOWER Music Video Awards 05, na categoria "Melhor Clipe Conceitual", da qual foi vencedor, e do MTV Video Music Awards Japan 2005, nas categorias "Melhor Video de Rock" e "Melhor Video de Grupo"). O segundo álbum Sol-Fa sairia dia 20 de Outubro, sendo nº1 na Oricon por duas semanas, seguido da turnê "Suicup 2004 - No! member, November", com o primeiro show principal no Nippon Budoukan. Em 26 de novembro, o primeiro DVD da banda é lançado, com os videoclipes até então lançados, o Eizo Sakuhin Shu Dai 1 Kan.
    Em 2005 fazem sua primeira turnê extensiva, a "Tour 2005 "Re:Re:"", de 14 de Março a 26 de Junho, tendo 48 shows em 38 cidades. Durante essa turnê, sai o segundo DVD da banda, o primeiro ao vivo, O "Eizo Sakuhin Shu Dai 2 Kan - Live at BUDOKAN +". É realizada a segunda edição do "NANO-MUGEN FES." no Yokohama Arena em 9 de Julho. Pela primeira vez é lançado o "NANO-MUGEN COMPILATION", CD com uma música de cada artista presente no festival. Nessa edição, o ajikan lança a música Blackout. Consolidando o sucesso crescente, aparecem no palco principal de diversos festivais de verão, como SUMMER SONIC 05 (TOKYO & OSAKA), ROCK IN JAPAN FES. 05, e RISING SUN ROCK FES. 2005. Segue o lançamento do single Blue Train (indicado e vencedor do SPACE SHOWER Music Video Awards 06, na categoria "Melhor Video de Grupo"). Fazem pequena turnê de 5 shows intitulada "Tour SUI CUP 2005 - winter the dragon", em Dezembro.
    2006/2007 – Do terceiro álbum ao hiato
    n279510021845117323084to9
    No início de 2006 sai o 8º single, World Apart. No mês seguinte sai o 3º álbum, Fanclub, em 15 de Março. A turnê chamada "Tour 2006 "coung 4 my 8 beat", com início em 24 de Abril, tem seus ingressos esgotados para os 38 shows. O NANO-MUGEN FES. 2006 ocorre em dois dias no YOKOHAMA ARENA, com participação de 12 bandas (7 japonesas, 2 americanas e 3 do Reino Unido). No NANO-MUGEN COMPILATION 2006 sai a música "Juuni Shinhou no Yuukei". Na sequência dos festivais de verão, tocam pela primeira vez no palco principal do FUJI ROCK FES 2006, sendo esta a terceira aparição deles no festival. Em 25 de Outubro, sai o primeiro álbum compilação, com as B-sides dos singles lançados até aquele momento, além da faixa "Kaiga Kyoshitsu" e de faixas gravadas ao vivo. A primeira turnê em arenas, "TOUR SUI CUP 2006-2007 "The start of a new season"", durou entre 11 de Novembro a 11 de Janeiro de 2007. Aproximadamente 100 mil fãs foram a esta turnê. Em 29 de Novembro sai "Aru Machi no Gunjou", nono single da banda, que foi tema do filme Tekkonkinkreet, escrito por Taiyo Matsumoto.
    2007 foi um ano relativamente parado para a banda. Lançam o terceiro DVD, segundo ao vivo, "EIZO SAKUHIN SHU 3 KAN "Tour SUI CUP 2006-2007 - The start of a new season" em 21 de Março. Neste ano excepcionalmente não realizam o NANO-MUGEN FES., que vinha sendo realizado desde 2004. Entretanto, no fim do ano sai o single "After Dark", em 7 de Novembro, cuja faixa-título seria usada como abertura do anime Bleach.

    2008 – Do hiato para um novo estilo musical
    Após um período sem lançamentos, algo incomum até então para a banda, 2008 se mostra cheio de lançamentos. Começa com "Korogaru Iwa, Kimi ni Asa ga Furu", lançado em 6 de Fevereiro. No mês seguinte, é lançado World World World, álbum que representa uma mudança no estilo geral da banda. O álbum atinge o primeiro lugar da parada Oricon. Segue o lançamento do mini-álbum Mada Minu Ashita Ni, cujas músicas foram compostas na mesma época das do World World World. Desse mini-álbum é lançado o videoclipe da música "Mustang". O NANO-MUGEN FES. torna a acontecer, com 16 artistas. Nele sai "Natsusemi", seguindo a tradição de lançar uma nova música a cada NMC. Participam também do "WEEZER FESTIVAL", em 13 e 15 de Setembro. 15 de Outubro sai mais um single, "Fujisawa Loser", e Surf Bungaku Kamakura, 5º álbum de estúdio da banda, é lançado em 5 de Novembro. Esse álbum reúne algumas B-sides de singles, além de novas músicas, todas com nomes de cidades da linha de trem "Enoshima Electric Railway" (Enoden). De 18 de Novembro a 18 de Dezembro realizam a turnê "Tour Suicup 2008 ~THE FINAL~".

    Nos dias de hoje…
    ASIAN KUNGFU GENERATION
    2009 novamente foi um ano pouco movimentado, com lançamento dos DVDs Eizo Sakuhin Shu 5 e 6, o primeiro uma compilação de trechos de apresentações ao vivo e o segundo um DVD duplo com um show da turnê "Tour 2009: World World World". No fim do ano sai "Shinseiki no Love Song", 13º single da banda. Em março de 2010, lançaran o single Solanin, tema de filme de mesmo nome, e uma versão remixada de Mustang. Lançaram também "Maigoinu to Ame no Beat", tema de abertura do anime The Tatami Galaxy, ilustrado por Yusuke Nakamura, artista que assina as capas dos CDs da banda. Em junho de 2010, a banda lançou o seu 6º álbum de estúdio, "Magic Disk".
    Um pouco do som da banda:

     
    j-music

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Esse espaço é destinado para comentários e discussões sobre as notícias do site.

    Os comentário são livres, mas estaremos de olho pra que ninguém passe dos limites. Comentários que contenham ofensas, links para outros sites ou materiais de conteúdo adulto serão moderados.

    Caso deseje firmar parceria, entre em contato conosco através do nosso e-mail animefanzines@outlook.com

    Seja educado, respeite a opinião dos outros. Faça desse espaço um ambiente saudável para o diálogo. Não queremos ser obrigados a mandar ninguém pra outra dimensão ;)

    Sobre Nós

    Sobre Nós
    Notícias e informações sobre o universo dos animes, mangás, games e muito mais sobre esse lado pop da cultura japonesa.